Ambos são importantes e fundamentais para o sucesso da sua carreira, mas o que impulsiona e te faz um profissional diferente é desenvolver competências socioemocionais.

As empresas e o mercado buscam cada vez mais profissionais que apresentem competências socioemocionais. Segue abaixo o resultado de um estudo que mostra o TOP 10 das competências mais valorizadas por empregadores:

1. Análise e Resolução de Problemas
2. Criatividade e Inovação
3. Adaptação e Flexibilidade
4. Planejamento e Organização
5. Motivação e Excelência
6. Competências Técnicas da Área de Formação
7. Relacionamento Interpessoal
8. Línguas Estrangeiras
9. Trabalho em Equipe
10. Tecnologias de Informação e Comunicação

Note que as 5 primeiras competências mais valorizadas pelos empregadores na lista acima são soft skills, ou seja, são Competências Pessoais e Competências Interpessoais.

Algumas dessas competências são técnicas, como: da área de formação, línguas estrangeiras e tecnologias de informação e comunicação.

Abaixo um resumo de algumas competências socioemocionais:

1. ANÁLISE E RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS: Identificar e priorizar problemas; fazer as perguntas certas para analisar várias faces de um problema; contribuir com ideias e/ou respostas para resolver problemas; anseio para questionar as próprias ideias e as dos outros.
2. CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO: Criar novas soluções ou ideias no trabalho; demonstrar originalidade e criatividade; sugerir propostas inovadoras.
3. ADAPTAÇÃO E FLEXIBILIDADE: Lidar bem com imprevistos; adaptar-se a situações de mudança; trabalhar bem sob estresse; responder adequadamente a críticas construtivas.
4. PLANEAMENTO E ORGANIZAÇÃO: Definir as tarefas necessárias para se alcançar os objetivos traçados; delegar tarefas monitorando o progresso de acordo com o plano; atualizá-lo perante imprevistos.
5. MOTIVAÇÃO PARA A EXCELÊNCIA: Manter uma atitude positiva e ser persistente face às dificuldades; ser proativo na procura da melhoria contínua; estar atento aos pormenores sem perder de vista o objetivo final.

As soft skills, Competências Pessoais e Competências Interpessoais, não são inatas e podem ser aprendidas e intencionalmente praticadas

Fonte: Livro: Preparados para Trabalhar? Autores: Diana Aguiar Vieira e Ana Paula Marques

Quer desenvolver suas competências socioemocionais?
Participe dos programas da Celso Carreiras como as rodas de conversa, palestras, oficinas e workshops e não deixe de tirar suas dúvidas nos plantões de atendimento.